O habitante.

Um homem habitava os sonhos dela.
Todas as noites ela ia deitar ansiosa por dormir e  sonhar com aquelas mãos percorrendo seu corpo como se ele fosse um templo, com aqueles lábios bebendo dos seus como se fosse um néctar.
Sentia o cheiro, o gosto, o suor de modo tão real que vinha às lágrimas na hora de acordar.
Começava a se preocupar em algum dia não mais querer acordar.
Morrer para viver com o habitante dos seus sonhos, seria isso possível?

Anúncios

2 comentários sobre “O habitante.

Gostou do que viu? Então compartilhe! Assine por email e dê um joinha na página do Facebook! Sua opinião é muito importante, comente aqui e participe também pelo Twitter. Gratidão!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s