E chega 2014 mas não acaba 2012!

Sem sombra de dúvida este ano foi um dos mais difíceis para mim. Acredito que tenha sido também para muitas pessoas.

Eita aninho arrastado e complicado, para lidar com filhos, com questões financeiras, decepções grandes com pessoas queridas, doenças batendo na porta, noites no hospital com familiares, a morte avisando que todo mundo pode morrer até mesmo aquela amiga de colégio super saudável, mãe de uma menina  de 3 anos e que tinha toda uma vida pela frente.

E quando eu achava que podia dar graças a Deus que estava acabando, em pleno dezembro 2012 resolve dar seu tiro de misericórdia e derruba meu cunhado da moto. Opera, recupera e antes que eu pudesse suspirar recebo a notícia da morte da Dona Canô. Porra  2012! Vai ser pedreira até o último instante? Precisa mesmo ser assim???

Sem contar o calor infernal…Há quem diga que o mundo acabou mesmo dia 21 e estamos todos no inferno.

Tento refletir para extrair algo de bom deste ano triste e complicado…

Acho que a trégua que a AR me deu foi uma coisa boa. Meus familiares adoeceram e EU estava lá de pé, firme para auxiliá-los. Me senti bem em poder retribuir todo o apoio e afeto que eles tem me dado ao longo dos últimos cinco anos.

Foi bom também a lição que tirei das decepções com “amigos”, eu não tenho muitos amigos.Nunca tive. E 2012 veio me mostrar que eu tenho bem menos do que eu imaginava.

As pessoas são amigas quando há interesse. Percebi isso nos momentos mais sombrios deste ano quando minha necessidade de apoio moral passou praticamente despercebida para a maioria dos “amigos” de longa data.

Muitos colocam a culpa na correria do dia-a-dia mas,  a falta de tempo pra mim vira oportunidade de um telefonema, de um email, até um SMS tá valendo quando sinto que alguém precisa de apoio. Às vezes só um “vai ficar tudo bem” basta para acalentar um coração em aflição mas, nem isso. É, muita máscara caiu em 2012.

Outra coisa muito boa, descobri uma irmã. Sim! Minha cunhada se mostrou uma irmã de verdade pra mim, segurando minha mão quando precisei e me dando força quando eu não tinha. Se isso não é amor de irmã eu não sei como chamar. Muito obrigada Ana Paula por existir e por fazer parte da minha vida e da minha família. Amo você minha irmã!

Ainda na leva de coisas boas de 2012 minha mãe goza de plena saúde aos 75 anos! Só tenho a agradecer a Deus por isso!

Fora isso foi um ano de resgate espiritual para mim e para meu marido. Descobrimos que NINGUÉM PODE MAIS DO QUE DEUS! E estamos caminhando juntos na fé. Isso está sendo realmente maravilhoso. Agora mais do que nunca temos um ao outro, por inteiro e sabemos que a nossa força é enorme quando estamos juntos. Isso é AMOR.

Descobri também que faço melhor quando faço o que gosto. E é nisso que vou apostar em 2013.

Eu e minha cunhada já combinamos que a meia noite e um da noite de ano novo nós não vamos desejar Feliz Ano Novo, vamos gritar igual ao Galvão Bueno: ACABOOOUUUU, ACABOOOOUUUU, ACABOOOOOUUUUU!!!

Chega de 2012, e que 2013 seja um ano realmente novo e infinitamente melhor que este traste que, GRAÇAS A DEUS está terminando.

FELIZ ANO NOVO!

FELIZ ANO TODO!

Anúncios

2 comentários sobre “E chega 2014 mas não acaba 2012!

Gostou do que viu? Então compartilhe! Assine por email e dê um joinha na página do Facebook! Sua opinião é muito importante, comente aqui e participe também pelo Twitter. Gratidão!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s