Odoyá

Ontem foi dia  2 de fevereiro. Dia de Iemanjá.

Antigamente eu ia a praia nesse dia, sempre achei bonito as reverências à Rainha do Mar mesmo não seguindo sua religião.

Faz vinte anos que não faço isso. Faz vinte anos que não consigo comemorar nada neste dia.

Minha razão é o vazio que sua ausência me provoca.

Acho que Iemanjá me entende.

Vai ver era filho dela e foi levado de volta para seus braços.

Ela deve saber a falta que ele faz.

Anúncios

Gostou do que viu? Então compartilhe! Assine por email e dê um joinha na página do Facebook! Sua opinião é muito importante, comente aqui e participe também pelo Twitter. Gratidão!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s